YouTube: de uma brincadeira de dois universitários à plataforma planetária de vídeos

YouTube    O mundo digital muda rápido, e é bom, de vez em quando, atualizar algumas referências.

Se você está conectado, com certeza já acessou o YouTube. É provável que você tenha feito upload de um ou muitos vídeos, com os mais variados temas e públicos-alvo.

Para entender melhor esse pedacinho do Google, vamos verificar alguns de seus números, segundo o próprio YouTube:

Audiência

  • Mais de 1 bilhão de visitantes únicos por mês
  • Mais de 6 bilhões de horas de vídeo assistidas por mês, um crescimento de 50% sobre o ano passado. Isso equivale a quase 1 hora por mês para cada ser humano
  • No intervalo de 1 minuto, 100 horas de video são carregadas na nuvem do YouTube
  • 70% do tráfego no YouTube é de fora dos Estados Unidos
  • YouTube está localizado em 56 países, em  61 línguas
  • Nos Estados Unidos, o YouTube alcança mais adultos entre 18 e 34 anos do que qualquer rede de TV a cabo

Programa de parceria do YouTube

  • São mais de um milhão de criadores de mais de 30 países em todo o mundo gerando receita com os vídeos, nesse programa iniciado em 2007
  • Milhares desses canais geram receitas de seis dígitos por ano

Dispositivos móveis

  • Dispositivos móveis já correspondem a mais de 25% do tempo de exibição global do YouTube
  • O YouTube está disponível em centenas de milhões de dispositivos

Com números desse calibre, não espanta que o YouTube continue sendo o mais voraz consumidor de banda da internet. Afinal, arquivos de vídeo estão cada vez maiores e precisam trafegar cada vez mais rápido. Como aumenta a cada ano o número de usuários do YouTube, aí estão os ingredientes de sucesso, De um lado, o YouTube fatura com anúncios em links patrocinados, e, de outro, recebe alto para quem não quer anúncios, através de canais exclusivos e dirigidos. Boa sacada, não? Receber pelos anúncios e pela retirada dos anúncios…

O YouTube foi fundado em fevereiro de 2005 por O YouTube foi fundado por Chad Hurley e Steve Chen, dois jovens ligados à tecnologia. Dezoito meses depois, o Google pagou US$ 1,65 bilhão pelo site e pelo passe de Chad e Steve.  Essa aquisição deu ao Google a liderança no mercado de vídeos pela internet, aposentando seu projeto original, o Google Video.

Uma pista para o futuro:

Se hoje os dispositivos móveis já ocupam mais de 25% das visualizações do YouTube, e, com o crescimento do número de usuários de smartphones e tablets, haja 4G para sustentar o tráfego!

E as pequenas empresas aparentemente viram no YouTube um meio relevante de chegar a seus mercados.

E você, usa o YouTube para diversão ou está faturando com ele? Pense nisso!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: