Tecnologia também ajuda a salvar vidas!

asiana214Quem acompanhou pela TV ou pelas redes sociais o acidente com o voo 214, da Asiana Airlines, ficou aliviado ao saber que a quase totalidade dos ocupantes conseguiu sobreviver, e os com sequelas graves até que foram poucos, dadas as circunstâncias.

Com mais de 300 pessoas a bordo, na aterrisagem no aeroporto de São Francisco  o trem de pouso do Boeing 777 bateu na borda da cabeceira da pista, a cauda do avião foi arrancada, uma das turbinas desprendeu-se da asa e o avião rodopiou na pista até finalmente parar. Houve tempo para que quase todos os passageiros e tripulantes saíssem pelos tobogãs de emergência, os bombeiros chegaram de imediato e as ambulâncias levaram feridos e atordoados para os hospitais da região. Logo depois o que sobrou do avião pegou fogo e a destruição foi total.

Com todas as tecnologias existentes num avião moderno, no entanto, três delas, que passam desapercebidas, foram decisivas para ajudar a salvar vidas do voo 214:

1- Assentos 16G: as especificações aprovadas por autoridades da aviação civil requerem que os assentos dos passageiros sejam capazes de suportar impactos equivalentes a 16 vezes o peso que carregam sem se desprender. Os assentos antigos deveriam suportar até 9G. Nesse choque do avião com o solo, a diferença de 9 para 16G pode ter dado uma segunda chance para muitos dos passageiros;

2- Materiais que retardam a propagação de chamas, aplicados em assentos, laterais, bagageiros, lavatórios, pisos e tetos, são desenvolvidos para não serem espontaneamente inflamáveis e não permitir a propagação de chamas quando a origem do fogo é extinta.

3- Mangueiras dos carros de bombeiro com câmeras especiais foram destaque nos noticiários de TV. Os caminhões de bombeiros com gruas levando mangueiras para jogar substâncias que apagam o fogo. No bico de cada uma dessas mangueiras existem câmeras de vídeo, de alta definição e controladas à distância, próprias para enfrentar calor e fumaça, que ajudam os bombeiros a localizar e extinguir focos de incêndio.

Sem elaborar se o acidente foi causado por falha humana ou do equipamento, o transporte aéreo de passageiros segue sendo extremamente seguro. E nós reclamamos da falta de conforto, de atrasos, de tripulantes nem sempre de bom humor, da temperatura da cabine… Mas raramente nos damos conta desses invisíveis detalhes tecnológicos que, por vezes, ajudam a salvar vidas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: