>E a TV de Alta Definição, já chegou a Curitiba?

>O site do José Wille noticia a oferta de um receptor de TV digital da AOC que é pequeno o suficiente para caber no bolso. Vale a pena?

Se levarmos em conta que o sinal da TV de alta definição -sem dúvida o futuro da TV- hoje só chega em escala na cidade de São Paulo, devendo estrear em BH ainda em abril e em maio no Rio, a resposta é não. Curitiba deve ter sinais de alta definição das redes abertas ainda em 2008, e provavelmente as principais operadoras de TV a cabo devem igualmente fazê-lo no segundo semestre deste ano.

Se você é fanático por TV e quer ter o prazer de ver TV com alta qualidade de imagem e som quando em trânsito, ou parado no congestionamento, talvez seja uma opção, mas aí o melhor, por enquanto, seja enfrentar as centenas de quilômetros de congestionamento da capital paulista…

Falando sério, se você quer preparar sua casa para a TV digital de alta definição, a hora está chegando. A regrinha para a casa é simples: Para telas menores que 40″, não é necessária a resolução plena a 1080p. Basta um televisor “HDTV Ready” com a resolução 720p, que a qualidade será excepcional. Já para as telas iguais ou maiores que 40″, a resolução 1080p, ou “Full HD” são quase que compulsórias, se você quer desfrutar de toda a qualidade da imagem.

Mas é só isso?

Calma… ainda temos alguns cuidados adicionais. O primeiro é o tamanho da tela x o tamanho de sua sala. Nada de colocar um telão e depois ficar muito próximo, pois isso, além de ver defeitos de imagem, vai fazer mal à vista… Mas, em qualquer caso, você deve buscar aparelhos com a maior taxa de contraste possível (acima de 10.000:1) e o menor tempo de resposta disponível (abaixo de 6ms).

Outro ponto a considerar: seu bolso! O investimento não vai parar no televisor, que pode ou não ter o decodificador da TV digital embutido. Se tiver, melhor, pois é menos uma caixinha e menos fios para poluir o visual de seu ambiente. Caso contrário, escolha o decodificador com as funcionalidades que você deseja. Os mais baratos são bem basicões, e não possuem todas as funcionalidades da TV digital, só servem para fazer que seu televisor as receba, quando o sinal estiver disponível.

Finalmente, os preços! Os preços dos televisores de plasma e de cristal líquido (LCD) vêm caindo bastante, mas não o suficiente para jsutificar um investimento prematuro. Com certeza, à medida em que a TV digital realmente ‘pegue’ no mercado, a escala aumenta e os preços devem se alinhar em um patamar mais razoável. Na data da postagem dessa nota, a aquisição de um novo televisor pronto para a TV de alta definição só vai valer a pena se o seu atual pifou ou se você mudou e não tem televisor na sua nova casa. O mercado está muito aquecido e mais pressão só faz a alegria dos fabricantes. Um pouco de moderação é bom, até porque o ritmo de adoção da TV de alta definição em São Paulo está bem abaixo do esperado. A Positivo Informática reporta que menos de 20.000 lares em São Paulo já recebem o sinal de alta definição. Muito pouco, a coisa está leeeeeeeenta….

Falando nisso: você conhece alguém em São Paulo que receba em casa o sinal de alta definição? E você já viu esse sinal, na casa dele? E ele usa Bom Bril pendurado na antena para eliminar fantasmas ou melhorar o sinal? Pois é, coisas da inserção de uma nova tecnologia. Os “early adopters” têm como fazer inveja nos amigos, mas pagam um preço e um ‘mico’ que nem sempre vale o esforço!

2 Respostas

  1. >”E ele usa Bom Bril pendurado na antena para eliminar fantasmas ou melhorar o sinal?”Ulgh. Essa doeu na alma! É digital, esqueceu?

  2. >Anônimo (?), aqui vai:Na verdade, a imagem do Bom Bril é figurativa, mas poucos são os privilegiados que conseguem a imagem digital com uma antena UHF dentro de casa.O fato é que existem muitos pontos de sombra ainda. E aí, nem com um caminhão de BomBril a coisa resolve, nem com a mehor antena do mundo…A NET já oferece alguns canais HD, aqui em Curitiba o GlobosatHD, a Band SP, a RPC e a RedeTV!. No entato, nem todo o conteúdo é de alta definição, salvo o GlobosatHD que fica passando e repassando meia dúzia de filmes, jogos de futebol e desfiles de moda.Além disso, a tal da interatividade da TV digital caiu no ralo da burocracia, e o sistema operacional nativo – o Ginga- está definitivamente sem molejo, pois os padrões de interatividade sequer estão aprovados.Resultado: 1 ano depois do anúncio pioneiro em SP, a TV de alta definição ainda não conquistou 200.000 pontos de acesso no Brasil todo (9 das amiores cidades) e apenas oferece conteúdo limitado de alta definição, sem os recursos prometidos na hora da escolha do padrão.Em tecnologia digital, 1 ano de atraso é uma eternidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: