Smartphones – Chegou a Hora?

O mercado dos sofisticados Smartphones parece que começa a esquentar. A venda para o Dia dos Pais de 2007 superou todas as expectativas e muitos novos usuários exibem, com orgulho, seu novo brinquedo, uma combinação de telefone celular e computador de mão e, dependendo do modelo, com muitos acessórios como mp3 player, câmera digital e acesso à internet direto, em conexão WiFi. Chegou o momento?

Sem querer escrever tudo sem dizer nada, a resposta é um claro depende! Não se aventure antes de saber o que você precisa, se o preço é correto (do aparelho e do plano que você contrata com a operadora), da ergonomia de uso e da facilidade de levá-lo, enfim, teste muito bem e, se possível, pergunte a quem tem um da mesma marca, modelo e operadora.

Em tese, você precisa ver quais são as funcionalidades essenciais para você.

Muita gente não dispensa a facilidade de um bom programa de e-mail e, nesse caso, o Blackberry, da canadense Research In Motion (RIM), parece ser o campeão aqui nas nossas praias também, em seus vários modelos. A veneranda PALM, criadora do PalmTop, tem a sua linha Treo, com vários modelos igualmente robustos e confiáveis.

Se você vai mais para o lado das funcionalidades de entretenimento, como câmera digital e mp3 player, aí existem uma série de modelos da Nokia, Motorola, HTC, e Samsung, dentre outros. Só lembrando que, nessa área, a Nokia tem mais de 50% do mercado.

Quando falamos em acesso à internet, temos duas considerações a fazer:

A primeira é sobre o acesso via rede das operadoras de celular. Todas elas que oferecem a tecnologia GSM, estão com o acesso em cima da plataforma EDGE, que é a dominante na chamada geração 2.5 de celulares. Elas vão oferecer velocidades compatíveis com um bom acesso discado, em torno de 40kbps. Para a maioria das aplicações de internet de hoje, uma lesmeira. E como a tarifação é algo entre R$ 20 e R$ 140 para pacotes de 10Mb a 2Gb por mês, e a Vivo tem um plano de R$ 69,90/mês com acesso ilimitado. Mas com essa velocidade, acesso ilimitado não é exatamente uma vantagem. A Vivo oferece ainda um acesso um pouco mais rápido (média de 60kbps) para smartphones com tecnologia CDMA em redes 3G EVDO, mas essa plataforma , embora mais moderna, está sendo progressivamente substituida pela GSM, por aspectos de compatibilidade e roaming . Pode não ser a melhor opção.

A segunda é sobre os aparelhos com a opção de acesso à internet por WiFi sem fio mas direto na internet, em milhares de locais como aeroportos (eca!), hotéis, cafés, livrarias e muitos prédios públicos também. Aí o acesso é acintosamente mais rápido, e o custo é praticamente zero, dependendo do tipo de contrato que você tenha para acessar a internet via hotspots. Mas as operadoras relutam em oferecer esses aparelhos destravados para o WiFi pelo simples motivo que eles podem deixar de usar suas caríssimas redes e, como normalmente seu custo vem com algum subsídio, elas não querem perder renda. Você pode, de posse de um smartphone com WiFi, falar com qualquer lugar do mundo via Skype, por exemplo, pagando zero ou, no máximo, tarifas de ligação local para fixo ou celular.

Aí as operadoras reagem com golpes baixos… A Transit Telecom, poor exemplo, que é quem carrega o tráfego local do Skype no Brasil, já estava com cartão amarelo da Brasil Telecom, que ameaçava suspender seu tráfego pela rede comutada e agora oficializa a suspensão definitiva das chamadas que não sejam destinadas a telefones da própria Brasil Telecom, aparentemente com o beneplácito da Anatel, a agência reguladora.

Enquanto isso, lá fora os smartphones acessam a internet em velocidades superiores a 10Mbps (isso mesmo, 10 MEGA!), com previsão de chegar a 100 Mbps até 2009, ou 2.000 vezes mais rápida que a média da conexão à internet através da rede celular.

Perdem todos aqui no Brasil com essa visão míope das operadoras, que têm uma rede sub-utilizada, da Anatel, que não vem cuidando dos usuários e dos próprios consumidores, que não se organizam para ter melhores serviços.

Mas estamos no Brasil de 2007, não vamos sonhar tão alto e voltar aos SmartPhones disponiveis no Brasil, com as redes lentas e preços altos: se seu celular está pedindo água, e você já ultrapassou os limites de sua capacidade, talvez seja mesmo a hora de mudar para um SmartPhone, de preferência com aceso à rede WiFi.

Vou destacar 3 modelos que chamam a atenção:

O E61 da Nokia, que tem um bom tamanho, boa duração de bateria, embora não tenha câmera fotográfica nem mp3 player. Dependendo de seu plano e da operadora, ele vai custar de R$ 200 a R$ 1.100, mais a assinatura. É um modelo bem basicão, ou, melhor dizendo, voltado ao trabalho corporativo e sem muitas opções de diversão. A duração de sua bateria é ponto forte, e se você é um workaholic, ele vai muito bem e não pesa no bolso, nos dois sentidos, pois tem só 147g.

A taiwanesa HTC (prestem atenção nesse nome, eles vieram para apostar no mercado com excelentes produtos) oferece o Excalibur S621, e vai custar entre R$ 1.900 (com subsídio da operadora), mais assinatura e R$ 2.900, comprado desbloqueado na loja. Ele é mais leve e ergonômico, e tem o Windows Mobile como sistema operacional, e lá você pode usar as versões compactas do Office, incluindo o Outlook. Tem câmera digital para quebrar o galho e uma incr´vel tecla sensível ao toque que é configurada para as principais funções do S621. Em algumas situações, pode até substituir seu notebook velho de guerra, tão visado por ladrões…

O Checkmate, da desconhecida e nova Elef, vem com o Skype pré-instalado e o Window Mobile 6.0, a versão mais atualizada. Assim, se você anda muito em locais que têm hotspots para internet sem fio, ele pode ser o ideal, embore custe a bagatela de R$ 2.000, e não vi nenhuma operadora ofertando-o em melhores condições. A câmera dele é a melhor dentre os avaliados, com uma boa lente e razoáveis 2Mp de resolução. Vem junto com um mini-SD card de 2 a 4Gb, o que assegura uma excelente capacidade de armazenamento. É uma tentação, mas a fabricante ainda carece de tradição no mercado.

Os demais SmartPhones avaliados não têm acesso à internet fora da rede celular. Pode não ser uma restrição séria para muitos de nossos ouvintes e internautas do 91 Minutos. Para mim, que estou em fase de seleção de um SmartPhone, a disponibilidade de acesso à internet por WiFi é um pré-requisito indispensável para que eu considere trocar meu combalido mas discreto celular por um SmartPhone cheio de teclas e funcionalidades. E novos modelos estarão chegando ao mercado até o final do ano. Assim, se você está em dúvida, não pense duas vezes: espere um pouco mais, aguarde o Papai Noel!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: