Orkut: Página Virada?

As recentes investidas do Ministério Público brasileiro sobre o Google Brasil, tentando obter dados sobre comunidades e membros do Orkut que tratam de assuntos como pedofilia, tráfico de drogas e outros temas inadequados vem trazendo ao centro do debate sua efetiva viabilidade como uma ferramenta de relacionamento via internet.

Isso vem secundado por uma série de problemas detetados por usuários e mesmo pela polícia, e é raro o dia que não se relata uma ação perversa derivada de uma página no Orkut.

O termo “orkuticídio” já é de uso comum entre os internautas, e significa simplesmente deletar um perfil do Orkut. Se a moda pega, o Orkut pode ser condenado ao limbo da internet, virando algo irrelevante e apenas mais um caso de sucesso meteórico, sem futuro algum.

Mas afinal, vale a pena cometer um orkuticídio? Eu acho ainda prematuro, pois na minha visão, comunidades de relacionamento têm mais vantagens do que desvantagens. Resta, talvez, redefinir a maneira de participar desses sites.

No tópico Perfil, por exemplo, reside a maior atenção. Como primeira premissa, deixe em seu perfil apenas as informações que você partilharia publicamente com qualquer pessoa ou grupo de pessoas. Nada de telefone celular, msn, endereços de e-mail. Isso pode vir numa segunda etapa, e só com as pessoas que você realmente venha a confiar.

Em seguida, cuide das comunidades que você participa. Muitos departamentos de RH e head-hunters vão ver seu perfil no Orkut. Evite aquelas que tratam de pornografia, ou as tipo “Eu odeio…”

Outra coisa importante: não existem anônimos na internet. Assim, não crie perfís frios, para tentar se divertir um pouco. Ao contrário do que pode parecer, esses perfís podem ser identificados e, se você fez algo errado, pode se voltar contra você, tanto sob a lei brasileira como de qualquer país onde alguém se sinta prejudicado.

Para completar o raciocínio, o Orkut é um fenômeno na internet menos por ser um fenômeno na área de relacionamento e mais porque é um caso inédito de sucesso no Brasil, visto que cerca de 80% de seus membros são brasileiros. Na média, somos menos de 2% dos internautas no mundo, e nunca houve caso de um produto gerado no exterior ser dominado por brasileiros. Precisamos dar uma car aboa para o Orkut, e um pouco de disciplina e bom exemplo farão muito bem para todos nós.

Provavelmente, o Orkut será superado a médio prazo, como site de relacionamento. Mas seria ruim sua saída abrupta do mercado, o que nos obrigaria a usar outras formas de comunicação pela internet, qualquer que seja ela sem esse sabor tipicamente brasileiro.

Anúncios

Uma resposta

  1. Fico preocupado ao ver essa possibilidade de crimes, ou brigas, como aconteceu entre torcidas organizadas de dois times de futebol do Rio.E se proibissem o orkut, de vez? Será que a censura não seria algo pior?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: