Profissões Quentes em TI – Versão 2006

Nossos ouvintes mais jovens, em vias de entrar decidir por uma profissão, ou então aqueles que buscam uma mudança de rumos, com freqüência nos perguntam sobre perspectivas na área de TI.

O mercado, longe de estar saturado, requer mais e mais profissionais qualificados. O que vem mudando rapidamente é o perfil desses profissionais.

Sabemos que a internet vem revolucionando o mundo, e, pasmem, só vimos o começo. As grandes mudanças ainda estão por acontecer, e aí surgem as oportunidades.

Um grande problema hoje que aflige quem quer ter conteúdo na web é como prender a atenção do internauta certo. Para tanto, precisamos ter sites, portais, blogs que sejam agradáveis no visual, fáceis de navegar e cujo conteúdo esteja sempre à mão, atualizado, correto e inteligível.

Isso demanda perfís de profissionais que há poucos anos ou não existiam ou eram pouco valorizados. Falo dos Web Designers (os que cuidam da estrutura e do visual), dos Content Managers (os gestores de conteúdo) e, para estruturas mais complexas, os Web Architects (arquitetos da internet).

Notem que os nomes aparecem em inglês, e aí vai uma provocação: os nomes estão em inglês não por frescura ou sofisticação. Uma diferença entre os que terão caminho aberto e os que serão atores secundários está no domínio do idioma inglês, para os primeiros. E não apenas um inglês básico, ou técnico. Quanto mais fluente, melhor. Até que o mandarim tome conta do mundo dos negócios, o inglês será a lingua-franca da internet.

Ainda há bom espaço para programadores, em especial nas linguagens Java (apliacações na internet) e C e C++ (games). Essa área de games vem crescendo muito, e parece que os dispositivos portáteis, desde os celulares até os palmtops e mesmo os players de música estarão conectando cada vez mais jogadores. Aqui no Brasil o fenômeno ainda não é sentido por causa de custos elevados, no caso dos celulares, e poucos usuários plugados, no caso de palmtops e players. Mas é uma questão de tempo…

Existem bons cursos de formação presenciais, mas não dá para esquecer as ofertas de ensino à distância, via internet. Embora relativamente novos, tem muita coisa boa na praça, tanto no Brasil como no exterior.

Eu, se fosse começar hoje, iria direto para uma alternativa da internet, certificando-me da sua qualidade. Dá para ganhar muito tempo e escolher entre as melhores ofertas no mundo.

Anúncios

2 Respostas

  1. Guy,Sou programador Java há 3 anos, mas sempre me imaginei trabalhando mais na parte de arquitetura de sítios web. Mas não consigo encontrar referências de literatura, cursos, etc.Você pode me dar o caminho das pedras?

  2. Sou Web Designer em uma empresa multinacional de autopeças e recebi um convite para uma entrevista em uma empresa indiana de software.Meu problema é o inglês meia boca. O técnico dá para o gasto, mas a conversação, não. Pode ser que tenha ficado inibido na entrevista inicial.Frustrou legal…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: