Segurança Na Internet – As Novas Ameaças

O ouvinte Luiz Carlos faz uma interessante observação sobre a segurança na internet, em especial das máquinas equipadas com sistema operacional Linux, em tese menos vulneráveis que as com Windows.

O software livre já foi tema mais de uma vez no 96/91 Minutos, e será abordado de forma recorrente no programa.

A abordagem do ouvinte é interessante e pertinente, da segurança x sw livre. De fato, usuários Linux têm menos problemas com virus, nem tanto pela estrutura do Linux e mais pela falta de apetite dos bandidos. Mas existem, sim, reports de virus em Linux, em MacOSX e até em celulares com outros sistemas operacionais, como o Symbian.

Já os spywares, potencialmente mais letais, independem de sistemas operacionais. Ao se instalarem em sua máquina (geralmente um arquivo texto que dá acesso a seus dados, na forma de um “cookie”), eles abrem a porta ao mundo dos hackers e piratas, que vão pilotando seus hábitos, seus acessos e até chupando dados pessoais como CPF, cartões de crédito e por aí vai.

Não se iludam: Se alguém fizer um computador de 128 bits no processador, com criptografia hiper-chaveada (o que quer que seja isso…) e um sistema operacional de 10 camadas (?), logo aparecem os bandidos.

O Windows Vista, inicialmente programado para setembro, foi adiado para janeiro de 2007 e agora a data é “quando estiver pronto” já teve seu código pirateado em suas versões beta e os virus, worms, spywares e o que valha, estão aí para quem quiser pegar o código e aperfeiçoar. Os ataques começaram menos de 1 semana depois do lançamento do primeiro código beta, de testes…

No caso do Linux, em suas várias distribuições, a coisa também pega. Se você tem, por exemplo, uma versão Red Hat (a mais robusta e popular) e usa o Open Office em seu laptop e ainda o Firefox como browser, você está em risco, embora moderado em relação ao Windows. O que ocorre é que, mais vulnerável, o Windows dispôe de mais e mais sofisticadas ferramentas de blindagem. É uma guerra que não tem prazo para terminar.

Outro dia, eu esperava um avião em Congonhas e abri meu laptop para colocar o trabalho em dia e, ao conectá-lo à internet sem fio, meu anti-spyware detectou uma tentativa de acesso a meu micro através da conexão bluetooth… Como essa ligação sem fio é de curto alcance, suponho que meu inimigo estivesse na mesma sala que eu. Esse tipo de tentativa de acesso vem independente de sistema operacional. Minha “camisinha digital”, no caso, funcionou muito bem. Mas, até quando??

Anúncios

3 Respostas

  1. Guy, você acha mesmo que vamos ter que viver nessa zorra digital a vida toda?Daqui a pouco a coisa fica tão complicada que vão censurar daqui, limitar dali, e os bandidos continuam atuando.E nós usuários?Abraço

  2. Para mim, hackers bandidos estão aliados com as empresas que vendem anti-virus, anti-spam, anti-qualquer coisa.É que nem veneno de cobra, que pode matar ou salvar.Ou como vacina, que para existir, precisa do virus.Tô certo?

  3. Não dá para pensar em um mundo sem internet. A coisa fica daqui pra pior, com mais usuários, mais banda, mais conteudo, mais aplicações.Para piorar, pode vir mais regulamentação, o que pode, num primeiro momento, diminuir os hackers, mas acaba com a alegria e espontaneidade da internet.Como diriam os líderes da Revolução Francesa de 1792: “Liberté, Égalité, Fraternité”. Isso não é a base da internet?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: